"A MULTIDÃO ME FAZ SENTIR A MAIS GOSTOSA DO MUNDO", DIZ IVETE EM ENTREVISTA

Quando se fala em Carnaval de Salvador, logo lembramos deIvete Sangalo. A cada ano, a cantora prepara uma nova surpresa para o público, escolhe looks inovadores e apresenta novos sucessos que vão ser tocados em muitos outros Carnavais.

Mas nesta época do ano há tanta festa e alegria que não dá nem para lembrar o quanto Ivete precisa de preparação para aguentar uma maratona tão grande.

Para saber os segredos dos bastidores do Carnaval, o site doSBT Folia bateu um papo com a cantora. Ivete contou o que vem por aí na folia deste ano, falou como se prepara para encarar tantos dias de cantoria e dança e ainda revelou o que vem à sua cabeça quando sobe no trio. Confira:

Como é a preparação para o Carnaval?
A preparação para o Carnaval acontece muito antes do Carnaval começar. Alimentação, atividade física, ensaios com a banda. É um período muito gostoso e que o resultado é essa festa linda que fazemos na avenida, todos juntos.

Quais as surpresas que você já pode adiantar para o Carnaval deste ano?
A multidão sempre presente que me faz sentir a mais gostosa do mundo.Ivete SangaloAs surpresas ficam por conta das fantasias e dos adornos do trio. Estão lindos. O repertório é garantido e a multidão sempre presente que me faz sentir a mais gostosa do mundo.

Como funciona a escolha dos temas e dos figurinos?
Eu parti do nome do meu disco, Real Fantasia. Esse tema é muito abrangente, uma metáfora que se encaixa em várias circunstâncias. Fala do lúdico, das emoções e também do real, dos amores e sonhos vividos durante o Carnaval.

Quais músicas você acha que mais animam o público? Como funciona a escolha da música que será seu tema no Carnaval?
O Carnaval não é uma festa de uma única canção. Todos os artistas juntos que fazem a força dessa festa.

Quando você sobe no trio pela primeira vez no Carnaval e quando você desce no ultimo dia, o que vem à sua cabeça?
O que me dá vontade de subir faz com que eu não tenha vontade de descer. Mas sempre que vale a pena. Vale muito a pena.

Antes de virar cantora, você corria muito atrás dos trios?
Com certeza! Aos 15 anos descobri o trio elétrico como foliã e não parei mais.

Como é trabalhar em uma época em que quase todas as pessoas estão se divertindo?
Isso não é um problema para mim porque me divirto demais em cima do trio. Tenho o compromisso, função de estar ali, mas tenho meus momentos com os amigos, vou a camarotes. Acho tão bom cantar que é uma diversão sem tamanho.



      Fonte: Sbt Folia